Tratamento Implante Dentário

 Implante Dentário

O implante dentário é basicamente uma peça de titânio, que é fixada no maxilar, abaixo da gengiva, para servir de apoio para a colocação de um dente. Algumas situações que podem levar à necessidade de colocar um implante dentário são as cáries que destroem os dentes, e a periodontite, que é quando os dentes ficam moles e caem.

 É indicado quando a pessoa perde o dente e a sua raiz, sendo necessário substituir estas duas partes.

Colocar um implante dentário traz benefícios como:

Melhorar a digestão: porque a falta de 1 ou mais dentes, interfere diretamente na mastigação dos alimentos, que é a primeira fase da digestão. Com a falta de dentes, os alimentos chegam ainda muito grandes ao estômago e com menos saliva, prejudicando sua digestão;

Melhorar a auto estima: porque quando falta, principalmente, um dos dentes da frente a pessoa fica envergonhada e não deseja abrir a boca para falar ou para sorrir, o que pode aumentar o risco de depressão;

Melhorar a comunicação: a falta de dentes na boca ou o uso de próteses que estão sempre saindo do lugar geralmente dificulta a fala, interferindo no dia-a-dia da pessoa;

Melhorar a saúde bucal: porque ao colocar os implantes necessários na boca, fica mais fácil escovar os dentes e manter a boca sempre devidamente limpa. 

Depois de colocar um implante é preciso ter uma boa higiene bucal, escovando os dentes diariamente, usando fio dental e enxaguante bucal, pelo menos, 1 vez ao dia.

Implante dentário dói?

O implante dentário não dói porque o cirurgião dentista fará o procedimento sob anestesia local para que seja feita a incisão na gengiva e a fixação no osso não é sentida. Mas, após a cirurgia para evitar possíveis dores ou infecções, o dentista poderá recomendar o uso de analgésico, antibiótico, anti-inflamatório e repouso.

Quanto custa um implante dentário?

O preço do implante dentário depende do tipo da técnica usada, da quantidade de dentes e se o material será nacional ou importado. Por todas essas razões, o preço pode variar entre R$ 1500 e R$ 4000 reais.

Como é feito o implante dentário?

O implante dentário é feito pelo dentista sob anestesia local, no consultório odontológico. O cirurgião dentista deverá extrair dentes problemáticos,se estes ainda estiverem na boca, colocar o implante dentário e por cima dele, a protese. 

No implante dentário tradicional o encaixe e adaptação do dente no implante levará em média, 6 meses para os dentes de cima e 4 meses para os de baixo. Após o procedimento o dentista indicará analgésicos e o repouso que poderá ser somente de 24 horas, mas é importante evitar esforços e fazer atividade física na primeira semana.

O que é implante dentário com carga imediata?

O implante dentário com carga imediata acontece quando se coloca o dente na estrutura metálica logo após o ato cirúrgico. Na técnica de implante dentário tradicional, somente após 4 ou 6 meses da fixação da estrutura é que são colocados os dentes substitutos. Esse tempo é necessário para que exista maior fixação da prótese com o osso podendo assim ser colocada a coroa do dente. 

Mas vale ressaltar que nem todo o paciente poderá receber o dente imediatamente após o procedimento cirúrgico.

Contra indicações:

Esse tratamento dentário é contra-indicado para pacientes que sofrem com problemas cardíacos de alto risco, diabéticos não tratados, durante a quimioterapia ou em caso de osteoporose. Para estes, pode ser mais indicado usar uma dentadura.

Como funcionam os implantes dentários?

Por serem integrados ao osso, os implantes oferecem um suporte estável para os dentes artificiais. Próteses parciais e totais montadas sobre implantes não escorregarão nem mudarão de posição na boca, um grande benefício durante a alimentação e fala. Esta modalidade de prótese é chamada “protese sobre implante” e confere ao paciente mais segurança em todas as funções bucais proporcionando uma situação mais natural do que pontes ou dentaduras convencionais.

Para algumas pessoas, as próteses e dentaduras comuns são simplesmente desconfortáveis ou até inviáveis, devido a pontos doloridos ou falta de adaptação a estes aparelhos. Além disso, as pontes comuns devem ser ligadas aos dentes em ambos os lados do espaço deixado pelo dente ausente. Com a colocação de implantes não é necessário preparar ou desgastar um dente natural para apoiar os novos dentes substitutos no lugar como é feito em pontes fixas convencionais.

Para receber um implante, é preciso que você tenha gengivas saudáveis e ossos adequados para sustentá-lo. Você também deve comprometer-se a manter estas estruturas saudáveis. Uma higiene bucal meticulosa e visitas regulares ao dentista são essenciais para o sucesso a longo prazo de seus implantes.

Os implantes são, em geral, mais caros que outros métodos de substituição de dentes e a maioria dos convênios não cobre seus custos.

O tipo de implante mais recomendado na atualidade é o ósseo integrado que se mostrou uma revolução no tratamento de pacientes parcial ou totalmente desdentados.

Implantes ósseo integrado: — são implantados por meio cirúrgico diretamente no osso maxilar. O período da osseointegração (integração ao osso) leva em média 4 a 6 meses dependendo da região a receber o implante. Após este período, uma segunda cirurgia é necessária para ligar o implante ao meio bucal, nesta fase o cirurgião dentista remove a gengiva que está recobrindo o implante e finalmente, um dente artificial (ou dentes) é conectado ao implante, individualmente, ou agrupado em uma prótese que pode ser de dois tipos:

Prótese Protocolo: — Prótese total implantosuportada e implantoretida, fixada sobre 4 a 8 implantes em média, este tipo de prótese é parafusada e retirada apenas pelo seu dentista, é uma prótese que confere boa estética e é uma ótima opção para quem pretende fugir da dentadura, o único incoveniente é que este tipo de prótese é mais difícil de ser higienizada pois todos os detes são conectados entre si, exigindo bastante cuidado do paciente. Pode ser feita em resina ou porcelana.

Prótese Overdenture: — Prótese total removível sobre implante, este tipo de prótese é mais barata que a prótese protocolo porque exige menos implantes (2 a 6 em média) e é confeccionada em resina. Esta prótese é como uma dentadura, porém, tem um encaixe em uma barra que conecta os implantes à prótese, conferindo a esta mais estabilidade e retenção. Esta prótese pode ser retirada pelo paciente e por isto a sua higienização é facilitada.